NOTÍCIAS

Testes computadorizados para o transtorno por déficit de atenção com hiperatividade: uma ferramenta inovadora ajuda no diagnóstico ..

O transtorno por déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) é um transtorno infantil frequente que se caracteriza por dificuldade maior que a normal em concentrar-se, controlar o comportamento, a impulsividade e a hiperatividade. Afeta 9% dos meninos menores de 18 e quase 4% dos adultos americanos, aproximadamente, segundo o NationalInstituteof Mental Health. Os meninos têm quatro vezes mais probabilidades de receber o diagnóstico do transtorno que as meninas, mas depois da adolescência o diagnóstico é efetuado com a mesma frequência tanto em homens como em mulheres. Em alguns meninos desaparece com a idade e em alguns nunca.


A Dra. ArtiLal, uma pediatra que se especializa no tratamento de pacientes na Clínica do TDAH em Scott & White no Norte de Austin, na atualidade está utilizando uma nova modalidade tecnológica em pacientes que se chama teste do TDAH Quotient®. Está aprovado pelo FDA para a medição objetiva da hiperatividade, a impulsividade e a inatenção, como uma ajuda na avaliação do TDAH. O teste mede o movimento e analisa mudanças no estado de atenção e proporciona uma avaliação em domínios de sintomas centrais do TDAH:


• Hiperatividade


• Impulsividade


• Inatenção


«Posto que o TDAH têm aspectos comuns com outros transtornos da saúde mental, pode ser difícil seu diagnóstico. Assim é decisiva uma avaliação minuciosa por um profissional capacitado. O teste é um teste mais objetivo que os métodos prévios de diagnóstico e será uma ferramenta adicional para nós os profissionais clínicos», disse a doutora Lal. «O teste pode ser efetuado em pacientes com idades de 6 até 55 anos».


Também pode se utilizar para quantificar a gravidade das disfunções da função cerebral associadas ao controle do movimento e à atenção sustentada. Os resultados são objetivos e permitem ao paciente, os progenitores e o médico ver os avanços quando está funcionando o tratamento e serve de guia para tomar decisões em torno de como otimizar o plano de tratamento para cada indivíduo.


O Dr. Bradley R. Berg, PhD, Diretor Médico na Clínica Scott & White - Round Rock Pediatrics diz que o tratamento do transtorno por déficit de atenção com hiperatividade varia segundo a idade. Nas crianças muito pequenas, explicou que «depois dos 6 anos de idade, os medicamentos em combinação com psicoterapia pelo geral funcionam melhor».


O teste demora 15 minutos em meninos de 6 a 12 anos de idade ou 20 minutos para adolescentes e adultos. O médico pode apresentar um plano de tratamento ao paciente e a seus pais. A doutora Lal acrescentou que «o teste tem também um valor diagnóstico de um resultado negativo de 94%, o que significa que pode assinalar com uma certeza de 94% se uma pessoa não tem TDAH, o qual é uma estatística muito potente». Berg acrescentou «também pudemos ver pacientes de outros consultórios de pediatria ou de medicina familiar, neurologia e psiquiatria na área central de Texas e próximas e ajudar médicos de atenção primária a estabelecer um diagnóstico».


Fonte:

http://bit.ly/1uMZjuL

Parceiros:















© Copyright 2013 | Todos os direitos reservados | Instituto Neurológico de São Paulo
Cadastre seu nome e e-mail para receber informações